segunda-feira, 8 de março de 2010

Assassinato na Academia Brasileira de Letras




Acabei de ler o livro de Jô Soares. Como o outro que ja tinha lido ( http://ciadolivro.blogspot.com/2009/04/o-homem-que-matou-getulio-vargas.html ) adorei!
O livro tem uma leitura bem agradável, apesar do vocabulário requintado tem uma leitura super fácil. Jô Soares misturou mistério com uma pitada de comédia nessa história policial.

¬¬
Machado Machado, isso mesmo minha gente, o detetive da hitória chama-se Machado Machado. Isso porque seu pai Rubino Machado era leitor apaixonado de Machado de Assis, querendo homenagear o poeta Rubinho colocou o nome de seu filho de Machado, sobrenome Machado!

Enfim, o policial terá que descobrir quem e porque estão matando os imortais da Academia Brasileira de letras. Vários assassinatos estão acontecendo aos "imortais" de forma misteriosa. todos estão morrendo da mesma maneira, INVENENADOS, mas nao se sabem qual é esse veneno e nem como estão envenenando as vítimas.

Com as mortes várias pessoas estão querendo concorrer as vagas da Academia, com isso os candidatos começam a subornar os sobreviventes para ganhar um espaço entre eles, sendo assim são também suspeitos.

O final e surpreendente e pra mim foi inesperado.

recomendo esse livro!
bjs...

2 comentários:

ALINE disse...

Parabéns pelo blog! Gostei das suas resenhas e já estou te seguindo!
Também te linkei no meu blog:
http://escrevendoloucamente.blogspot.com

Se quiser retribuir o link, ficarei imensamente agradecida!

Bjos!

Mirelli Lohaine disse...

Tem sorteio lá no blog!
Confira...

Bjuuus